Postagens

Pedro Parente demitido. Não basta!

Imagem
Todos nós sabemos as razões pelas quais o presidente da Petrobras pediu demissão. Ainda assim, vale registrar que desde julho de 2017, o preço da gasolina e do diesel comercializados nas refinarias, disparou mais de 50%, o que acarretou sérias críticas do sindicato dos petroleiros, razão central da greve dos caminhoneiros.
Ele, em combinação com o governo, diante dos desgastes e pressões sofridos, por verem o país parar, a população ficar sem gasolina, energia elétrica, gás de cozinha, sem mantimentos (alimentos, medicamentos e outros insumos estratégicos à vida), anuncia a Medida Provisória 839 (edição extraordinária do Diário Oficial da União, 31/05/2018), que retira recursos das políticas públicas, já contingenciadas pelo próprio governo.
Sabe quem pagará a conta dessa atitude demagógica do governo em subsidiar o diesel? O povo que necessita da proteção do Estado, em suas necessidades básicas.
Para cumprir o gasto extra de R$ 9,58 bilhões, fruto das quatro medidas econômicas editadas …

Galopantes aumentos dos combustíveis: onde vai parar tudo isso?

Imagem
Marcelo Camargo/Agência Brasil Muitos devem se perguntar porque os ponteiros dos preços, nos postos de gasolina, rodam em alta velocidade, dia após dia. Não é simples a resposta. Os preços galopantes tem interrelação, na conjuntura atual, com a geopolítica do petróleo e a valorização do dólar diante do real,  marcadas, perversamente, pelas decisões políticas de preços adotada pela Petrobras, em um governo cujos grupos partidários, deixaram a Estatal cambaleando em praça pública. 
Assim, os Estados Unidos (EUA) também se apresenta, nesse emaranhado, quando há mais de três meses aumenta a cotação do barril de petróleo em média  23%, retorna suas sanções sobre o Irã, aumenta a tensão no Oriente Médio, envolvendo Israel, Palestina e Síria. Lá vem, misturado a tudo isso, a queda na produção de petróleo da Venezuela. Como se não bastasse, nos últimos meses de 2017,  Arábia Saudita e Rússia, chegam junto a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e ordenam o aumento da cotação i…

Mulheres na política: é preciso fazer valer esse direito.

Para ocuparmos os espaços na política, temos travado uma luta hercúlea que atravessa séculos. Há quem aponte que, desde 1932, pelejamos para que nossos direitos tenham valor. Mas foi na saúde, por intermédio da dentista Isabel de Mattos, que surgiu o primeiro requerimento do direito de votar, em 1880. Embora esse direito não tenha durado um ano.

No início do século XIX, em Lages (RN), lá no Nordeste, a primeira mulher brasileira foi eleita prefeita. A Câmara Federal viu uma mulher tomar assento em suas cadeiras em 1934. Enquanto o Senado, só veria suas primeiras parlamentares mulheres em 1990. Mas afinal, esse direito já não tinha sido conquistado pelo código eleitoral de 1932? Por que seguimos lutando para tirar as mulheres dos bastidores da política e colocá-las no centro do poder? 

Porque nunca tivemos esse poder. Melhor, ele sempre foi tutelado. O referido código obrigava os homens a votarem, com exceção para os miseráveis (mendigos) analfabetos e praças. Em seu Art. 121, as mulhere…

Os dois lados de uma avenida chamada Brasil

Imagem
Hoje, vi o quanto nossa democracia necessita ser cuidada. Acreditei que já tínhamos ganho todas:
1- No movimento da Anistia, juntei-me às vozes que entoaram com a força da nossa alma pela “volta do irmão de Henfil”.

2- No movimento pelas “Diretas já”, tomamos as ruas, avenidas e praças. A da Sé, por exemplo, durante a festa da Esperança em busca da democracia, trago gravada em minha memória. Uma democracia filha de mulheres e homens que não temeram em conquista-la. O que está em risco, em disputa, é o significado das instituições democráticas e suas mais diversas formas de expressá-las, e mais, como ela se apresenta, e se representa.

3- Assembleia Constituinte, outra conquista. Minha geração enche o peito para dizer, essa obra tem minhas mãos, mente e coração.
Hoje, ao viver, outra vez, as motos rodando, o helicóptero sobrevoando, os carros da polícia, a cavalaria, não tive dúvidas. A democracia ou a barbárie. 
Foto: Natália Fernandes

Ainda não temos o que comemorar na Saúde de Brasília?

Profa Fátima Sousa[1] Chico Sant'Anna[2] Maria José Maninha[3] Rubens Bias[4]
Em 7 de abril comemora-se o Dia Mundial da Saúde. Essa data foi estabelecida para coincidir com a data de fundação da Organização Mundial da Saúde (OMS) e, anualmente, a OMS prioriza um tema a ser discutido. “Saúde para todos" resume o objetivo desta prestigiosa Organização ao longo dos seus 70 anos de existência, e marca o tema em 2018. O mundo e vários municípios brasileiros, tem muito o que comemorar, o que não podemos dizer do Distrito Federal. Brasília, a Capital da Esperança, ainda não tem motivos para celebrar a saúde. Poderíamos apresentar diversas razões, no entanto sintetizo:
Há uma semana, o atendimento das emergências pediátricas foram suspensas, levando a extinção da unidade de pediatria do Hospital Regional do Gama, levado ao colapso o cuidado às crianças em seus primeiros ciclos vitais; A oportunidade de cura dos cânceres está sendo perdida pelo diagnóstico cada vez mais tardio; Perdas de lei…

Por que o mataram?

Imagem
Jesus teve a morte mais cruel de todas que temos notícia. Nenhum criminoso que saibamos à época, fora até então sacrificado com os requintes de perversidade e ódio em praça pública aos quais Ele se submeteu. “Suor de sangue, que lhe cobriu todo o corpo e correu em grosas gotas até a terra”. (Lc 22, 43). A praça de outrora, hoje também mata Marias, Clarices, Andersons e Marielles, entre outros sem número de anônimos que elevam os índices das mortes atrozes em nosso país e no mundo. Hoje, morrem pelo ataque violento ao corpo, à honra e à memória. Mortes que dilaceram mas que também humilham, famílias e amigos, assim como O humilharam e a sua mãe e a seus discípulos, colocando à prova a própria fé. Todos carregamos nossas cruzes, a exemplo do que Jesus nos ensinou. Também com Ele aprendemos a renascer e termos a fé ao nosso lado.   Por que O mataram? Por defender Maria Madalena? Alimentar os famintos? Curar os enfermos? Se opor aos orgulhosos, e conceder graça aos humildes? Ressuscitar os m…

Qual ciência O explica?

Imagem
Em química, Ele converteu a água em vinho, (João 2-1,11)
Em biologia, nasceu sem a concepção normal, (Mateus 1-18,25)
Em física, desmentiu a lei da gravidade, quando andou sobre as águas e  subiu aos céus, (Marcos 6-49,51)
Em economia, Ele refutou a lei da matemática ao alimentar 5000 pessoas com somente cinco pães e dois peixes; e ainda fazer sobrar 12 cestos cheios, (Mateus 14-17,21)
Em medicina, curou os enfermos e os cegos sem administrar nenhuma dose de medicamento, (Mateus 9-19,22 e João 9-1,15)
A história é contada antes Dele e depois Dele, pois Ele é o PRINCÍPIO e o FIM;
Ele foi chamado Maravilhoso, Conselheiro, o Príncipe da Paz, o Rei dos Reis e Senhor dos Senhores, (Isaías 9-6)
Na Bíblia diz que ninguém vem ao Pai senão por Ele; Ele é o único caminho; (João 14-6)

Jesus, qual ciência te explica?